Hábitos alimentares de adolescentes diabéticos

Main Article Content

António Fernandes Helena Cunha Maria João Neto Mariana Pereira Susana Pinto Ana Maria Pereira

Resumo

O objetivo deste estudo é comparar o consumo de macronutrientes e micronutrientes com os valores recomendados, segundo o género numa população de adolescentes diabéticos acompanhados no Hospital Santa Maria Maior, E.P.E. de Barcelos. Para isso, foi desenhado um estudo de carácter quantitativo, observacional, analítico e transversal. Aplicou-se um diário alimentar aos adolescentes, durante três dias, para avaliar os hábitos alimentares e o aporte nutricional de cada. Recorreu-se ao Statistical Package for Social Sciences 22.0 para tratar os dados. Os resultados revelaram que a maioria dos adolescentes do género feminino apresentaram elevado consumo de energia, glícidos, glícidos simples e glícidos complexos (60% cada) e normoconsumo de proteína (100%), lípidos (60%), lípidos saturados (60%) e colesterol (60%). No género masculino verificou-se que a maioria dos adolescentes apresenta elevado consumo de glícidos (62,5%) e glícidos simples (87,5%) e normoconsumo de lípidos (75%), colesterol (87,5%) e fibra (62,5%). Verifica-se um consumo superior ao recomendado no sódio e nas vitaminas B12 e C, em ambos os géneros. Os adolescentes demonstraram possuir hábitos inadequados às suas necessidades, tendo-se verificado uma distribuição desajustada de macronutrientes e micronutrientes, recomendando-se uma intervenção nutricional para corrigir os hábitos incorretos.

Article Details

Como citar
FERNANDES, António et al. Hábitos alimentares de adolescentes diabéticos. adolesCiência, [S.l.], v. 4, n. 1, p. 41-50, mar. 2017. ISSN 2182-6277. Disponível em: <https://www.adolesciencia.ipb.pt/index.php/adolesciencia/article/view/184>. Acesso em: 21 nov. 2017.
Secção
Investigação & Práticas